Este blogue tem conteúdo adulto. Quem quiser continuar é risco próprio; quem não quiser ler as parvoíces que aqui estão patentes, só tem uma solução.

domingo, 29 de abril de 2012

Hoje é...


quinta-feira, 26 de abril de 2012

Literatura

Título

Se soubesses o quanto te amo


quarta-feira, 25 de abril de 2012

25 de Abril

Este dia deveria significar algo para cada português, mas na verdade é que o encanto dessa parte da história já me abandonou.

Muitas mentiras têm sido ensinadas na escola, só porque é mais agradável aos ouvidos do povo. Mas a verdade, quantas vezes escondida, é que foi um golpe militar por questões militares e não por causa da falta de liberdade do povo.

Prefiro gozar o feriado (que até podia ser retirado do calendário em vez do 1º de Dezembro, esse sim um feriado a comemorar a liberdade), em vez de comemorar algo que já não existe.

Sei que vou ser bastante "atacado" devido a esta minha, quiçá parva, opinião. Não faz mal, tenho arcaboiço suficiente.

domingo, 22 de abril de 2012

Às vezes...

... sinto-me assim


Como uma pedra, ali inerte à espera que alguém a pegue e desloque para outro lado.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Amanhã lavo isto (TM)

Após muitos pedidos, cá está mais uma receita maluca. O que estava para ser uma espécie de caldeirada de bacalhau, transformou-se num empadão de bacalhau. Eu sei, eu sei, uma transformação impressionante.


Quase saiu mal, pois a minha teimosia impera, por vezes, à minha experiência. Adicionei aquela erva aromática que está no topo da minha lista de ervas a não voltar a utilizar, o tomilho. Não gosto do sabor, pois qualquer quantidade, por mais pequena que seja, estraga o cozinhado. Para reparar a minha teimosia, piquei um raminho de salsa e juntei ao refogado do bacalhau. Já ficou melhor assim.


Para acompanhar servi vinho verde branco, traçado com uma gasosa de boa qualidade, pois ainda relembro a aventura da semana passada (mais uma estupidez).


O título? É uma frase conhecida do cozinheiro profissional Henrique Sá Pessoa, que na RTP2 tinha um programa de culinária. Como já lavei loiça umas três vezes hoje, faço minhas as palavras dele "Amanhã lavo isto"!


(provedor do blogue para os assuntos culinários)


domingo, 15 de abril de 2012

Sexo

Vários visitantes perguntam quando é que me debruço sobre o tema "sexo". Na realidade é um tema tão escrito na blogosfera que pretendo que o meu blogue seja diferente, não publicando nada sobre o assunto.


Por outro lado, gosto do que leio nos blogues amigos ou conhecidos. Gosto das fotografias, dos pequenos trechos de vídeo, das músicas explícitas, das histórias, dos momentos, do que vai no cérebro de cada um. Chamem-lhe simples coscuvilhice ou interesse.


Ou seja, fico a pensar que devo ser um retrógrado neste assunto. Fico a pensar que se publicar mais sobre assuntos "picantes", terei efectivamente mais visitas, mais comentários, mais interessados. Ou então estou a fazer uma grande confusão dentro das minhas células cinzentas.


Não tenho interesse em centenas de visitas diárias. Basta-me uma única para sentir que alguém passa por cá (é claro que tenho muitas provas disso). Basta-me uma única visita para sentir que estas letras arrumadas em palavras, que constituem frases, têm algum sentido para mais alguém.


Não tenho experiências sexuais para relatar aqui. São minhas e não para partilhar perante uma multidão virtual. Não me importo de falar delas, mas perante indivíduos que tenham a oportunidade de o fazer também comigo. Frente-a-frente. Sem rodeios. Sem desconfianças.


Porém às vezes também tenho que ceder nas minhas decisões. Confiar um pouco mais no mundo exterior. Dar aos outros aquilo que gosto de receber. Por isso mesmo reuni com os Provedores e expus o assunto. Confiei nos comentários e conselhos que me deram. É bom ter com quem falar.


Após muita reflexão, decidi tomar a inédita decisão de publicar pensamentos, curiosidades ou pequenas histórias sobre sexo. Porém (existe sempre a outra face da moeda) só a partir de 2022, pois preciso de tempo para me preparar e acho que dez anos serão suficientes (que acham?!).


É meio de Abril, três semanas de Primavera já se passaram, é tempo de criar novos objectivos... novas ambições.


É domingo... que seja bom para todos!!!

quarta-feira, 11 de abril de 2012

In Vino Veritas

Em algumas zonas deste país, media-se a masculinidade pela quantidade de copos de vinho tinto ingeridos.



Vinho é tinto! Já dizia Camões "Já que não há vinho, bebemos do branco".



Alguns dizem que "tinto é vinho, branco é água, rosé é refresco".

Eu cá que não sou grande apreciador de vinhos, bebo o que estiver ao meu alcance, tendo em conta a comida e a época. Tinto bebe-se todo o ano, mas nunca fresco, apenas alguns graus abaixo da temperatura do ar. Branco é bebida que se consome fresca. Rosé também.

Verde é estupidamente fresco. E verde verde (lol), ou seja, o branco, já que o tinto não entra no meu consumo. 



Não bebo vinho como quem bebe água. Gosto de acompanhá-lo com comida, pois estou ciente dos resultados quando consumido sozinho. Gosto de "forrar" o estômago, antes de me armar em "machão". Ou homem, como diziam os antigos.



Abri ao jantar uma garrafa de verde e já está a meio. E hoje é um daqueles dias que... bem... acho que a garrafa meia não fica bem no frigorífico...

Para bom entendedor meia palavra basta.

domingo, 8 de abril de 2012

Clic

Será que quando alguém se apaixona existe mesmo um


ou é apenas uma invenção literária?!

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Às vezes sinto-me assim


Como a água de um rio, que quer chegar ao mar... e no entanto, lá está um obstáculo.


quinta-feira, 5 de abril de 2012

Dia de...


segunda-feira, 2 de abril de 2012

É por ti...

... que eu anseio grande parte do ano.

... que eu me dispo de preconceitos.

... que perco noção do tempo.

     ... que  mudo os meus hábitos.

          ... que passo mais tempo na rua.

               ... que aguento esse calor.


ADORO-TE PRIMAVERA!!!